Em alguns servidores, como gerenciador de gráficos de rede (CIR), máquinas monitoras e displays de monitoramento, muitas tarefas cron’s são executadas e nem por isso queremos receber a notificação cada vez que são executadas. Ou elas serão redirecionadas para o seu email pessoal (se você configurou um alias para o root) ou então encher o spool do usuário root com mensagens irrelevantes.

Funciona também para máquinas com cPanel.

Edite o arquivo:

/etc/sysconfig/crond

Na linha ‘CRONDARGS‘, que estará assim:

CRONDARGS=”

Substitua por:

CRONDARGS=’-m off’

Agora, reinicie o seu crond:

/etc/init.d/crond restart

Caso você esteja utilizando XenServer 6.2, ao tentar instalar o Ubuntu 14.04 você irá ver que o XenServer não oferece suporte a ele ainda. Isto não irá impedir o funcionamento do sistema, contudo, terás de efetuar algumas mudanças para iniciar a máquina.

Digite:

xe vm-list name-label=centos params=uuid

Substitua ‘nome-da-vm’ pelo nome de sua máquina no xenserver (o nome da máquina que aparece no XenCenter)

xe vm-param-set uuid=<vm uuid> HVM-boot-policy=””
xe vm-param-set uuid=<vm uuid> PV-bootloader=pygrub
xe vm-param-set uuid=<vm uuid> PV-args=”console=tty0 xencons=tty”

Nos campos ‘VM UUID’ substitua pelo UUID que você pegou no primeiro procedimento

xe vm-disk-list uuid=<vm uuid>

Agora, anote no novo UUID que aparecer. Ele é o UUID do DISCO RÍGIDO de sua VM, então, será diferente do VM-UUID.

xe vbd-param-set uuid=<vbd uuid> bootable=true

Substitua ‘VBD-UUID’ pelo VBD-UUID que você anotou.

Ainda precisamos fazer mais uma alteração no pygrub.

Edite o seguinte arquivo, e altere a linha 428:

nano /usr/lib/python2.4/site-packages/grub/GrubConf.py
procurar por: if arg.strip() == “${saved_entry}”:
substituir por: if arg.strip() == “${saved_entry}” or arg.strip() == “${next_entry}”:

Agora é só iniciar a sua máquina pelo XenCenter que irá funcionar.

Para ter uma lista de todas as conexões estabelecidas em seu servidor, é só utilizar o tcpdump.

Em servidores CentOS ou RedHat ou ainda Fedora, você pode utilizar o YUM para instalá-lo:

yum install tcpdump -y

Após a conclusão da instalação, execute ele informando qual interface de internet você está utilizando e o número máximo de conexões que você quer ver.

tcpdump -i eth0 -vv -nn -c 100

Instruções de instalação do sistema cPanel/WHM em seu servidor CentOS ou FreeBSD:

Primeiro, baixe alguns pacotes essenciais:

yum install perl screen wget -y

Agora, defina o hostname de seu servidor:

hostname servidor.seudominio.com.br

Inicie uma nova sessão no screen:

screen -S instalacao-cpanel

Agora, cole os seguintes comandos e deixe o cPanel trabalhar:

wget -N http://httpupdate.cpanel.net/latest
sh latest

Então, você pode fechar a tela. Se precisar acessar novamente, é só acessar o seu SSH e digitar:

screen -x instalacao-cpanel